Sem categoria

Entrevista ao Presidente – Correio dos Açores

“Mesmo sem grandes verbas vamos à luta e fazemos de tudo com as armas disponíveis”

Há quanto tempo está como Presidente da Junta de Freguesia de Nossa Senhora dos Remédios?
Estou a exercer este cargo desde o dia 20 de Outubro de 2017.

Anteriormente ocupou algum cargo no Executivo?
Nunca ocupei nenhum cargo em anteriores executivos. Aliás, esta é a minha primeira experiência em termos de cargos políticos.

Depois de eleito, quais foram as principais dificuldades?
As principais dificuldades que encontramos centraram-se principalmente na vertente dos objectivos das cores partidárias. Como somos o único Executivo eleito pelo PSD, na Povoação, e todos os outros órgãos políticos municipais são de outra cor partidária, por vezes são criadas barreiras em virtude dos seus objectivos político-partidários.
Eu e a minha equipa do Executivo, que lidero, não somos militantes de nenhum partido, nem nunca tivemos experiências em cargos políticos. Concorremos por um único objectivo, fazer o melhor pela nossa terra e pelo nosso povo, com intuito de desenvolver a freguesia em várias vertentes, trabalhando seriamente com todas as organizações políticas e privadas do Concelho, e não só, até mesmo organizações internacionais.

A freguesia tem problemas ao nível da habitação?
Ao nível da habitação, a freguesia não está assim tão mal. É uma freguesia que tem muita procura e nos últimos anos temos tido muitos investidores locais e estrangeiros a comprar e a construir casas, na freguesia. Mas, temos muita margem de manobra para crescer a nível habitacional e de população, pois temos muito espaço físico disponível para fazer lotes de casa. Desafio o Governo, junto com as entidades competentes do Concelho, a criar um concurso para construção de casas a custo controlados na freguesia, de modo a dar melhores condições e incentivos, principalmente aos casais jovens, quer da freguesia e Concelho.

Outros problemas?
A falta de um parque de estacionamento na estrada regional da Lomba do Alcaide é um dos problemas urgentes de se resolver, nesta Freguesia. Actualmente existe a promessa da Câmara em solucionar este assunto. Importa referir, que no orçamento camarário de 2019 está orçamentado aquisição de metade do valor de uma habitação, para que neste local seja efectuado o parque de estacionamento que visa retirar os carros estacionados na estrada regional e dar maior segurança rodoviária aos moradores. O restante valor de aquisição da habitação seria ano seguinte, mas até à data, não foi efectuada nenhuma compra do imobiliário. Estamos aguardar novas informações por parte do executivo camarário, para solucionar este problema.
Outro problema na Freguesia é a falta de segurança dos peões em circular nos caminhos da Freguesia. Já identificamos e notificamos várias vezes as entidades competentes nesta matéria, do perigo existente na irregularidade do piso das ruas da Freguesia onde circulam os peões e os veículos.
A manutenção do caminho da Alameda dos Plátanos e caminhos agrícolas precisam de ser intervencionados mais vezes ao longo do ano e não uma vez por ano, aquando da competição do Azores Rallye.

Sendo uma freguesia com itinerários turísticos de referência, como está Nossa Senhora dos Remédios em termos de alojamentos locais?
Este tipo de tipologia está abrir, cada vez mais na Freguesia e temos tido empresários locais que nos consultam sobre projectos que possam existir na Freguesia em termos de turismo. Como é do conhecimento público, este executivo tem vindo a trabalhar muito no terreno, e quando digo terreno é ir mesmo para o terreno, atravessar ribeiras e pastos, com o principal objectivo de desenvolver ou dinamizar o que a natureza nos oferece, a nossa história, o nosso povo, a cultura e património da Freguesia, de modo a trazer mais desenvolvimento económico-social para Nossa Senhora dos Remédios.
Temos um projecto entre mãos, que estamos a trabalhar juntamente com a Secretaria do Turismo e Câmara Municipal, que a esta parte tem vindo a investir na recuperação e criação de novos Trilhos. Neste sentido a Câmara, demonstrou interesse em colaborar com a nossa Junta, no sentido de se poder vir a criar o novo trilho, designado “Rota dos Moinhos”, no qual o percurso vai ser efectuado ao longo da Ribeira dos Bispos, onde poderão ser vistos todos os moinhos, que no passado estiveram em funcionamento, alguns encontram-se em ruinas e outros necessitam de algum investimento para colocá-los em funcionamento. Um dos trabalhos importantes na valorização e da importância de se criar este trilho, foi o facto, desta Junta ter conseguido, registar como Património Arquitetónico dos Açores, os moinhos da Ribeira dos Bispos.

A freguesia é a terceira mais populosa do Concelho. Esta realidade traduz-se depois em termos de orçamento anual?
Efectivamente, a Freguesia de Nossa Senhora dos Remédios é a terceira mais populosa do Concelho e está cada vez mais a crescer, pois temos tido muitos investidores locais e estrangeiros a construir novas habitações ou adquirir outras, como referi anteriormente. Isto tem muito significado e eu como Presidente de Junta fico bastante agradado com esta situação.
Em termos de orçamentos e valor de obra efectuado na Freguesia, por parte do Município, até à data não se reflecte este peso que esta Freguesia tem para o Concelho. Este critério obviamente é um dos pontos que deverá ter-se em conta quando se elabora um orçamento anual. Faltam dois anos para acabar este mandato, vamos aguardar e ver se todas as promessas e conversas que foram efectuadas entre o Município e esta Junta se transmitem na realidade, mas creio que sim! Mas como diz o povo, ‘ver para querer’.
Quais os serviços que Junta de Freguesia de Nossa Senhora dos Remédios disponibiliza aos seus cidadãos?
Serviços que esta junta disponibiliza são todos os serviços que uma Junta tem obrigação de oferecer, em termos legais. Apoiamos também todas as entidades culturais, desportivas e religiosas da Freguesia e outras. Importa referir que no passado mais recente, abrimos uma nova delegação da Junta, na Lomba do Alcaide, que visa, mais em concretamente, servir a toda a população da Lomba do Alcaide, principalmente a faixa etária mais envelhecia que tenha dificuldade de se deslocar à sede da junta, situada na Lomba do Loução, de modo a usufruir dos serviços administrativos da Junta, como por exemplo, atestados, certidões, licenças, pagamentos de água e outros serviços.

Quantos colaboradores?
Neste momento temos 11 colaboradores na Junta de Freguesia.

Em termos de obras, o que tem sido feito?
Como é sabido, uma Junta de Freguesia, com a nossa dimensão populacional, não tem grandes verbas orçamentais disponíveis, para se fazer grandes obras. Não temos fontes de receitas próprias significativas. Grande parte das receitas advém do FEFE e de protocolos efectuados com o Município e Governo. Assim sendo, a Junta fica bastante condicionada, ficando dependente de terceiros e das vontades políticas, para se fazerem obras de valores de investimentos mais avultados, na Freguesia. Mas, este executivo tem um foco e não fica de braços cruzados que as coisas ‘caiam do céu’, vamos à luta e fazemos de tudo com as armas disponíveis. Nestes dois anos de mandato já efetuamos o seguinte: Criação de novo sítio da Freguesia e promoção nas redes socias; Com apoios da DROAP, manutenção das salas da sede da Junta de Freguesia; Criação de novos eventos culturais e desportivos, por exemplo concurso de presépios, Taça BTT Enduro; Apoiar as iniciativas culturais, desportivas e recreativas, numa ligação estreita com os jovens, associações e instituições da Freguesia. Importa referir que a Junta organiza todos os anos, provavelmente o Torneio de Futsal mais antigo da ilha, não sendo uma competição oficial, celebrou este ano, os 30 anos de existência. O torneio foi criado pela Junta e nos dias de hoje, é ainda o organizador principal da prova, nunca deixou-se de realizar. Registe-se ainda o arranjo e manutenção dos trilhos existente na Freguesia para a prática desportiva do Enduro; Registo na Carta Arqueológica dos Açores, toda a zona da Ribeira dos Bispos em conjunto com as moagens lá existentes (Registo património Arqueológico dos Açores); Manutenção e reparação de bens imóveis da Freguesia, como o Triato do Divino Espírito Santo da Lomba do Loução, sede da Filarmónica União e Amizade, casa funerária, coretos, fontenários, campo de jogos, entre outros; Criação de uma delegação da Junta na Lomba do Alcaide; Estudo para a criação de um parque infantil na Freguesia. Administrativamente, a criação do inventário permanente e informatizar, num programa próprio, todos os bens móveis e imóveis, pertencente à Freguesia de Nossa Senhora dos Remédios; Informatizar toda a informação de registos do Cemitério de São João, num programa próprio; Realização do projecto Eco Freguesia; Estudo de identificação para eliminação de barreiras físicas arquitetónicas, em espaços públicos; Na vertente social, promover medidas de apoio social e ao emprego, entre outros trabalhos de menor relevância.

O que está projetado, em termos de obras para a freguesia, a curto e a médio prazo?
O que está projectado para a Freguesia, em termos de obras, combinado com as várias entidades competentes na matéria são: Criação do Trilho “Rota dos Moinhos”;
Criação de ossuário no Cemitério de São João; Arranjo urbanístico do Largo Dr. Carlos Paiva e “muro branco” da Lomba do Alcaide e alcatroar os parques de estacionamento da Freguesia; Criação do ATL; Cobertura para o Campo de Jogos da Lomba do Loução.

A freguesia tem algum centro de dia?
Neste momento não temos nenhum espaço oficial, mas num futuro próximo irá existir novidades, pois temos entidades competentes na Freguesia, nomeadamente a nossa Paróquia, que está a trabalhar nesta vertente e nós Junta, estamos em sintonia e disponíveis para trabalhar neste objectivo de se poder criar um espaço oficial e digno para um centro de dia.

Escolas e centros de ATL são suficientes, ou nem por isso?
A única escola na Freguesia é suficiente para os alunos que a frequentam. Temos grandes professores, resultado disto é de termos uma boa percentagem de alunos no quadro de honra na Escola Secundária da Povoação. Significa que saem bem preparados da nossa Escola Básica.
Ao nível do ATL actualmente o que temos, não cumpre com as normas de segurança e funcionamento, legalmente exigível. Existe um projecto para a construção de um novo ATL, mas tem havido uma falta de capacidade por parte do governo, em desenrolar este processo, havendo muitos avanços e recuos na construção de um novo ATL.

Fora da esfera do Executivo, o que faz?
Tenho 44 anos de idade, sou empresário em nome individual, sou técnico de gás e exerço função de electricista, na minha empresa. Já fiz um pouco de tudo, desde a construção à restauração, tirei cursos técnicos, na área do gás e de electricidade. Durante muitos anos fui Presidente da Associação Cultural Desportiva de Nossa Senhora dos Remédios, onde promoveu-se a cultura e o desporto, principalmente nas áreas do futsal e radiomodelismo.
Aos fins-de-semana pratico ciclismo com um grupo de amigos, na qual todos os domingos, percorrem as estradas do nosso Concelho e de outros, levando o nome da Povoação e a importância da prática do desporto. Este grupo chama-se PvcBiketeam e é um grupo organizado, mas não oficial.

 

Fonte: Correio dos Açores 

Link da Entrevista: http://correiodosacores.pt/NewsDetail/ArtMID/383/ArticleID/18708/%e2%80%9cMesmo-sem-grandes-verbas-vamos-224-luta-e-fazemos-de-tudo-com-as-armas-dispon237veis%e2%80%9d

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
  Subscribe  
Notify of